A Virada.

Um ano novo merda. Uma passagem de ano ouvindo axé e sem contagem regressiva. Valeu pelo papo e confissões.  Sono demais, perdi o pique CVRD. Aliás, alguma coisa pegou fogo lá com a minha ausência. Ano novo de luta, de estudo, libertação, ano novo – novo e novo amor. Quem sabe?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s