idiotices no elevador

tudo perde a graça quando dizemos: estamos cercados de idiotas!
na verdade, o que seria idiotice? seriámos nós os idiotas ou seríamos somente completos idiotas pensando que estamos num plano superior à idiotice vivendo porcamente achando que o mundo é feito de sombras que passam despercebidas a razão?
não seríamos idiotas quando a professora começa misturar maquiavel com nieztche (é assim que se escreve?) e simplesmente dormimos na carteira, pois é, relevemos a exaustação física e mental, mas que somos idiotas, somos, ao disperdiçar uma aula de nieztche!
prefiro ser idiota e pensar no elevador, sobe/desce contínuo, cotidiano dos nossos pensamentos!
o elevador

os olhos enchem-se de água
escorrem gotas pela face azulada
nosso amor divino
dividido
entre cobre e prata
zinco
e nossa fúria é tamanha
quando entramos no elevador
e corremos os olhos
nosso milésimo,
aquele milésimo térreo
já não basta esperar
estamos sós
nossa ilha de cobre-prata e zinco
como toda essa chuva
que parece nos fazer…
que nos faz ter água nos olhos
já não posso mais subir e descer
já não posso esperar pelo elevador.
haroldo lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s