Ovos de Outro, quero dizer, Ouro.

Você trocaria um carro por ovos de chocolate?
Acho que não!
É inegável a fixação infantil pelos ovos de chocolate, não só infantil, as mães são tão bitoladas pelos coloridos e chamativos ovos assim como as crianças, and so on!
E na Páscoa era a mesma coisa, todos estavam BITOLADOS pelos seus ovos de chocolate, TODOS comentavam e discutiam qual o melhor ovo, quem ganharia tal ovo, quem superaria quem. A Páscoa, mais que o Natal, era o termômetro social da turma, ganharia tal ovo qual fosse mais abastado, qual fosse mais amado, amado sim. E eu me deprimia, NUNCA ficava satisfeito com a caixa garoto dividida a 5, eu disse CINCO pessoas, a família inteira, TODA A FAMÍLIA. E a depressão era tamanha sabendo que os melhores bombons pertenceriam as irmãs mais velhas e fortes, espertas por natureza, santas irmãs, Santo Cristo.
E minha mãe falava sobre a desigualdade quando ingenuamente perguntava qual ovo ganharia: Mãe qual ovo ganharei este ano? – Paspalho! – Você nunca havia ganhado um ovo! E o discurso sobre o rico e o pobre, e se a mamãe tivesse…., e se fôssemos ricos, e se a madrinha realmente quisesse dar um ovo e todos os se! E eu me tornava a indignação. Mas Cristo, até na Páscoa precisa haver diferença social, perguntava-me entristecido nas fatídicas aulas de catecismo que a avó paterna procrastinava em bajular – Ela havia ido a uma missa, se é que estou certo.
E um milagre! Os milagres acontecem! Este ano mamãe ganharia dinheiro, mamãe estaria trabalhando com a justiça – mas haveria justiça? – mamãe desta vez não me responderia que não havia dinheiro nem justiça, que não haveria desigualdade em nosso novo mundo, e assim foi verdade.
– Mamãe, qual ovo ganharei este ano?
– Não sei, qual você quer?
– Dá para ser o Laka?
– Não sei!
– Mas eu quero o tamanho 25!
– E tem essa de tamanho também?
– Claro que tem! O 12 é para os muito pobres e muito amados, o 15 é para os não muito pobres e medianamente amados, o 20 é para os classe-média e razoavelmente amados e o 25 é para os ricos que não recebem atençaão alguma dos pais.
Mãe, eu sei que você me ama muito, mas já que deixamos de ser pobres posso ganhar o 25, só uma vez, vai?
– Não sei, vamos ver!
E a ansiedade corroia minhas unhas a cada chamada de TV trazendo a Xuxa comendo ovos Garoto. Ai, como odiava a Xuxa, Ai, como agora amo a Xuxa.
E o positivo veio quando mamãe disse que o ovo estava comprado. Meu Deus, o OVO!
– Só uma coisa, tesouro, você nunca vai achar o seu ovo!
E a ansiedade fazia sangrar a raiz de minhas unhas a cada chamada da Tv trazendo a Xuxa comendo ovos Garoto. Ai, como odiva a Xuxa, Ai, como amava a Xuxa, Ai, como odiava a Xuxa.
Porém, na Páscoa seguinte mamãe não estava mais trablahando na justiça. Quanta injustiça, Meu Deus.
– Mãe,por que só os ricos trabalham na justiça?
– Mas meu filho, só são ricos porque trabalham na justiça – Até ai eu não entendia por que o vestibular para direito era tão concorrido, foi a revelação.
Mas eu já tinha me deleitado com a turma devido à Páscoa anterior. Eu seria um lixo, literalmente, ovado depois desovado. O que faria sem meu ovo de Páscoa, não conseguiria comer os tais bombons de fruta. Por que sobravam apenas os bombons de fruta para eu comer? – Até ali eu detestava o Caribe.
E eu detestava futebol, depois desta Páscoa eu passei a detestar futebo, não pelos ovos serem ovalado e as bolas serem redondas e sim porque tinha uma chuteira. A chuteira após aquele fluxo de idéias passou a ser o artefato mais desnecessário da minha vida. E preguei contra a chuteira, contra a seleção TETRACAMPEÃ MUNDIAL DE FUTEBOL.
E só queria vender a chuteira, só queria vender a chuteira e comprar o ovo. Vendi, e agora eu tinha o domínio do tal ovo, e eu escondi de mim mesmo o ovo, e guardei o ovo, e prometi que não bulinaria o ovo até o tal dia. E assim não o fiz, ao longo de 9 dias a guloseima encontrava-se em frangalhos, os bombons já haviam sido devorados vorazmente, o charmoso e extravagante papel já era visto picotado.
E não iria trocar os ovos pelos carros e as chuteiras pelo resto da vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s