No title.

***
…trocar o dia pela noite, morcegar pela cidade, meu completo caos. O turbilhão de sons e sentidos que dominam o dia não passam de sombras na hora dos mortos. Hoje só caminho, ando na calçada, lembro do companheiro Rubens, não consigo tirar o conto da cabeça. Pulo assustado com o barulho, tenho medo do “serial killer”!
***
…disperso minhas angústias e deslumbrinhos em cada cruzamento. Parte por parte, desmembro minha vida em encruzilhadas, esqueço do sono. São duas horas da manhã.
***
…sento-me, esqueço do mundo, pego no sono.
*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s